Últimas Notícias:
latest

728x90

TRT determina que vigilantes em greve normalizem 50% dos serviços de carro-forte na PB



O presidente do Tribunal do Trabalho da Paraíba (13ª Região), desembargador Wolney de Macedo Cordeiro, determinou o retorno imediato ao trabalho de 50% dos vigilantes em transporte de valores que estão em greve. Caso a decisão não seja cumprida, o sindicato dos trabalhadores terá que pagar uma multa diária de R$ 10 mil. A greve começou na última segunda-feira (29).

A liminar foi concedida a pedido do Sindicato das Empresas de Segurança Privada do Estado da Paraíba. Além da determinação do retorno de metade da categoria ao trabalho, o desembargador marcou uma audiência de conciliação referente ao dissídio coletivo da categoria, para a próxima segunda-feira (6), às 14h, no auditório do Tribunal Pleno, sede do TRT13, em João Pessoa.

O G1 tentou entrar me contato com o presidente do Sindicato dos Vigilantes de Transportes de Valores, Laudivan Gonçalves, mas as ligações não foram atendidas.
A greve

Os vigilantes de carros-fortes entraram em greve, nesta segunda-feira (29), na Paraíba. O presidente da categoria havia informado que os vigilantes pedem o aumento de 5% no salário, além de reajuste também no vale-alimentação.
« Voltar
Próximo »

Facebook Comments APPID