Últimas Notícias:
latest

728x90

Vereadores estariam embolsando salários de assessores em municípios da Grande João Pessoa, diz delegado



O delegado da Polícia Civil Allan Terruel, responsável pela Operação Cavalo de Tróia, desencadeada nesta segunda-feira (6) e que resultou na prisão do vereador Naldo Cell, revelou em entrevista que o esquema de repasse de salários de assessores a vereadores estaria se estendendo a outros municípios da Grande João Pessoa.

No esquema de corrupção, os vereadores estariam solicitando que os assessores repassassem parte dos vencimentos para uma conta específica. Segundo o delegado, investigações estão em curso.

“A gente vem investigando casos de assessores que estão dividindo valores recebidos com vereadores, esses casos englobam notícias criminosas tanto pelo município do Conde como municípios na região metropolitana de João Pessoa”, disse.

Casos de Nandocell e Malba de Jacumã

A investigação que resultou na prisão dos vereadores de Conde, Naldocell e Malba de Jacumã partiu da denúncia de uma ex-diretora de Patrimônio da Câmara Municipal do Conde e também pela delação do também vereador Fernando Boca Louca.

“Efetivamente, tivemos um dos vereadores investigados com inquérito instaurado, que teria em tese, arregimentado um dos seus assessores, uma mulher, para ameaçar uma das vítimas, que chegou e formalizou toda a notícia criminosa, apresentou depósitos na conta do vereador. Ela apresentou um documento que seria uma indicação da conta bancária para realizar o depósito e comprovantes de depósitos. Por conta de todas essas informações, pedimos a prisão preventiva e o juiz decretou”, revelou.

Vereador ficou calado

Alvo de interrogatório após a prisão, Naldo Cell permaneceu calado durante os questionamentos da Polícia Civil. Ele foi acompanhado por um advogado. Segundo o delegado, o vereador apenas se declarou surpreso com a prisão.



Portal do Litoral com Wscom
« Voltar
Próximo »

Facebook Comments APPID