Últimas Notícias:
latest

728x90

RESSENTIMENTO? Apenas com o ensino médio completo, deputado bolsominion diz que estudante entra na universidade federal e sai com cabelo vermelho e fumando maconha

O ódio dos bolsominions às universidades federais começa a fazer sentido; é só ressentimento. Puro despeito por nunca ter pisado numa universidade federal. Vejamos o caso do deputado federal Julian Lemos; ele tem apenas o ensino médio (de acordo com o site do TRE), nunca deve ter entrado numa federal nem pra participar das calouradas, mas se acha no direito de dizer que o estudante entra lá e sai de cabelo vermelho e fumando maconha.


“São uma balbúrdia, porque se tornaram um antro das ideologias de esquerda. Eu conheço pessoas, professores, que falam que é uma verdadeira loucura aqui ali. E, de fato, você entra de um jeito e sai de lá parecendo uma arara: cabelo vermelho, maconheiro. Muitas vezes é assim”, disse o deputado em entrevista ao jornalista Heron Cid.

É puro despeito de um ignorante que não teve condições de passar num vestibular concorrido. Mas não o culpo e nem o diminuo por isso, pois Julian é fruto da falta de vagas nas universidades públicas, assim como milhões de brasileiros que terminam o ensino médio e não conseguem entrar numa instituição de ensino superior.

Contudo, ao invés de criticar quem lá chegou, o deputado deveria usar o mandato federal em prol da ampliação de vagas na IF’s e abertura de novos campi. Quem sabe assim seus filhos tenham um futuro diferente do pai e não reproduzam o mesmo comportamento ressentido e nocivo.

Concordaria com o intrépido bolsominion se ele afirmasse que as universidades federais servem – em grande parte – às elites. É só entrar numa sala de direito, engenharia e medicina e ver quantos pobres tem lá dentro. Mas Julian não tem discernimento para um debate mais profundo, além do senso comum, do ‘conhecimento’ vulgar.

De 2015 pra cá, quando abriram o portão do inferno, passamos a viver na era do culto ao obscurantismo, onde pessoas ignorantes ocupam espaços no parlamento e na imprensa para falar absurdos inverossímeis.

5 anos atrás os fundamentalistas do obscurantismo não tinham espaços na imprensa para disseminar tais absurdos. Em grande parte, a culpa também é da imprensa, que visa apenas a audiência, mas sem se preocupar quão nocivo possa ser o conteúdo.

Eu estudei 4 anos na UFPB, mais 2 na USP, e nunca saí de nenhuma delas com o cabelo vermelho. Nem meus colegas, amigos ou namoradas.

Eu poderia chamar o deputado bolsominion de Tiririca, mas prefiro não insultar o palhaço. Julian é o retrato fiel do brasileiro médio; possui baixa informação, é preconceituoso, ignorante e acha que entende de política.

Um bolsominion puro-sangue.

« Voltar
Próximo »

Facebook Comments APPID